19°C 33°C
Independência, CE
Publicidade
Anúncio

Mulher é submetida a cirurgia cesariana sem estar grávida no RN

Caso aconteceu no dia 18 de abril no Hospital Santa Catarina, na Zona Norte da capital.

26/04/2024 às 10h06
Por: Redação Fonte: G1
Compartilhe:
Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal (Arquivo) — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi
Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal (Arquivo) — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte vai investigar o caso de uma mulher que passou por uma cirurgia cesariana sem estar grávida. O caso aconteceu no Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal, no dia 18 de abril.

 

A paciente chegou ao hospital encaminhada pelo município de Guamaré. Segundo a equipe médica da unidade de saúde, a mulher tinha indicação de cesariana, pelo quadro clínico da suposta gestação. Ela tinha cartão de pré-natal preenchido e laudos de ultrassonografia.

 

A mulher, então, foi para o centro cirúrgico e submetida à cirurgia, mas os médicos informaram que não encontraram nenhum bebê.

 

Após o procedimento, a equipe teve acesso a um exame recente que estava com a família da paciente, indicando que não havia gestação.

 

A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte destacou que o padrão de atendimento é de que toda paciente que chega à instituição é atendida pela equipe do pronto-socorro, que faz avaliação e encaminha para o centro obstétrico, e que são feitos outros exames quando necessários.

 

Perita médica que presta serviço à Justiça do Rio Grande do Norte, a obstetra Rosana Rebelo explicou que, no hospital, a gestante deve passar por exames para ver como está o bebê, antes do parto.

 

"É superimportante as pacientes serem examinadas antes de sofrerem um procedimento cirúrgico, principalmente procedimento de cesárea. É indispensável que se faça uma ausculta fetal para ver se está tudo bem com a criança e iniciar o procedimento", pontuou.

 

"Nesse caso, talvez ela estivesse com uma gravidez psicológica, ou teve uma gravidez, perdeu e não sabia que perdeu, e continuou achando que estava grávida, e ai foi encaminhada, continuou o pré-natal. Mas o ideal é de que ela fosse examinada", afirmou a profissional.

 

Rosana também é vice-presidente da Associação Médica do Estado e explicou que, em um caso como esse, a apuração deve ser rigorosa, para esclarecer o que aconteceu.

 

"Precisa se investigar todo o prontuário da paciente, o pré-natal no interior, investigar o atendimento ao chegar ao hospital, o que a equipe médica escreveu no prontuário, para se chegar a uma conclusão", disse.

 

Em nota, a Direção do Hospital Santa Catarina informou que está apurando o caso com as equipes envolvidas, e também com a unidade de origem, que deu assistência pré-natal e encaminhou a paciente.

 

A Prefeitura de Guamaré foi procurada pelo g1, mas não se pronunciou sobre o caso até a última atualização desta matéria.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Independência, CE
27°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 33°

27° Sensação
2.16km/h Vento
37% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h51 Nascer do sol
05h41 Pôr do sol
Seg 33° 21°
Ter 33° 19°
Qua 34° 18°
Qui 33° 19°
Sex 34° 20°
Atualizado às 18h02
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 352,007,11 +6,19%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Lenium - Criar site de notícias